Teor de Metais Pesados nos Peixes

Teor de Metais Pesados nos Peixes

Diariamente ouvimos falar sobre os benefícios que os peixes oferecem a nossa saúde. Os benéficos são inúmeros como proteína de alto valor biológico, teor de Ômega3, fonte de vitaminas e minerais, porém, o que poucos sabem é que o consumo de alguns tipos de peixes pode ser bastante prejudicial.
Alguns peixes e outros frutos do mar podem sofrer contaminação por metais pesados como cobre, chumbo, mercúrio, arsênio e cádmio, todos em altas quantidades são letais para nossa saúde e podem ocasionar uma série de doenças. A maioria dos peixes é contaminado em seu habitat em águas onde dejetos industriais, mineração, entre outros tipos de poluição, são depositados.
O mercúrio é o principal metal pesado nas águas e o que apresenta maior toxicidade. Alguns sintomas e consequências a saúde que podem ser observados com o acumulo de metais pesados no organismo são: dor intensa, vômitos, sangramento gengival, sabor metálico na boca, sensação de ardor no trato digestivo, diarréia grave ou sanguinolenta, estomatite, glossite, nefrose, caquexia, anemia, hipertensão, possibilidade de alteração cromossômica. Pode ainda causar danos ao sistema nervoso(déficit de atenção com hiperatividade, depressão, insônia, transtorno bipolar, doenças neurodegenerativas como Alzheimer), ao fígado (cancêr de fígado, diminuição na capacidade de metabolização de substâncias, hepatite), ossos (osteoporose), alterações hormonais (obesidade, menopausa precoce, falência tireoideana, falencia adrenal).
Gestantes devem evitar o consumo exagerado dos peixes mais contaminados, esses metais são capazes de atravessar a placenta e atrapalhar o desenvolvimento fetal.
.Quantidades toleráveis nas amostras
Mercúrio - peixes predadores: 1 miligrama por quilo. Outros peixes: 0,5 miligrama por quilo.
Chumbo - para todos os peixes: 2 miligramas por quilo.
Arsênio - para todos os peixes: 1 miligrama por quilo.
.Exames em peixes
Linguado - se alimenta de outros peixes (predador): Mercúrio 0,05 miligramas, Chumbo não detectado.
Pescada Branca - de pequeno porte, ela pode se alimentar de plantas aquáticas que acumulam metais: Mercúrio 0,10 miligramas, Chumbo não detectado.
Cação - Esse minitubarão tem vida longa. Pode, então, passar muito tempo acumulando metais. Mercúrio 1,47 miligramas por quilo, quando o limite seria 1 miligrama, Chumbo não detectado.
Atum - predador de águas profundas - Mercúrio 0,13 miligramas, Chumbo não detectado.
Sardinha - se alimenta de algas. Mercúrio 0,08 miligramas, Chumbo não detectado.
Salmão - Predador de águas profundas. Mercúrio 0,09 miligramas, Chumbo não detectado.
.Como escolher
1) Peixes de água doce ou com escamas: vivem em grandes cardumes, em água límpida, na superfície. E que se alimentam preferencialmente de folhas e frutos.
2) Escolher peixes de ciclo de vida médio curto
Água salgada - sardinha, salmão selvagem.
Água doce - cará, carpa, corimbatá, dourado, lambari, manjuba, piau, tilápia, tambaqui, traíra, truta.
3) Evite peixes de vida média longa: tubarão, peixe espada, cavala, filé de atum, arenque e cação. 

Ariela Issa

UTI das Ideias - Soluções Corporativas em Web e Design