Óleos vegetais

Óleos vegetais

 Os óleos vegetais são mais saudáveis que os de origem animal, já que apresentam quantidade menor de gorduras saturadas, prejudiciais à saúde do coração. São ricos em ácidos graxos - ômegas 3, 6 e 9 - e vitamina E. As gorduras promovem a absorção das vitaminas lipossolúveis (A, D, E K) e participam da produção de hormônios como cortisol, estrógeno, progesterona, testosterona. 

 
A variedade de óleos é grande e, embora suas características nutricionais sejam parecidas, as propriedades físicas variam, assim como o sabor.
 
Dos óleos que estamos mais acostumados a utilizar, como o se soja, canola, milho e oliva, vemos que cada um possui uma maneira mais apropriada de utilização.
 
O óleo de soja é indicado para frituras, pois resiste melhor a altas temperaturas e possui um sabor mais marcante, que pode alterar o paladar de receitas mais suaves. 
 
O óleo de canola por conter um teor maior de ômegas (3 principalmente) custa mais caro, e é indicado para o uso diário no preparo dos alimentos, em refogados, ensopados, entre outros. 
 
O óleo de milho costuma ser muito utilizado na confeitaria, por possuir um sabor mais leve e não alterar o aroma dos doces. Apesar de ser um pouco mais calórica que os demais ainda possui ótima composição.
 
Já o óleo de oliva, o mais conhecido dos óleos mais saudáveis, tem fama por seu papel na proteção do coração por aumentar o colesterol bom (HDL), deve ser consumido cru, ou seja, frio. Quando aquecido a altas temperaturas ele perde suas propriedades, então cozinhar com azeite e oliva não é uma opção interessante.
 
 Podemos ainda variar o uso de óleos para temperos de saladas e entre outros, existem muitos óleos saudáveis que poucos conhecem que muitas vezes possuem até uma composição melhor que a do azeite de oliva.
 
Amêndoa
Gordura saturada: 7%
Gordura monoinsaturada: 65%
Gordura poli-insaturada: 28%
 
Com um elevado índice de gordura monoinsaturada e baixo de saturada, óleo de amêndoa é um dos mais saudáveis.
 
Abacate
Gordura saturada: 17%
Gordura monoinsaturada: 65%
Gordura poli-insaturada: 18%
 
Óleo de abacate é um pouco mais elevado em gordura saturada, mas pode ajudar na prevenção de doenças da gengiva, o que o torna uma boa opção. 
 
Avelã
Gordura saturada: 7%
Gordura monoinsaturada: 82%
Gordura poli-insaturada: 11%
 
Com 82% de gordura monoinsaturada e 7% de gordura saturada, é saudável para o coração. 
 
Linhaça
Gordura saturada: 7%
Gordura monoinsaturada: 65%
Gordura poli-insaturada: 28%
 
O óleo de linhaça tem pouca gordura saturada e bastante mono e poli-insaturada, além de ser uma excelente fonte de uma importante base de plantas ômega-3: ácido alfa-linolênico (ômega-3).
 
Noz
Gordura saturada: 9%
Gordura monoinsaturada: 24%
Gordura poli-insaturada: 67%
 
Óleo de noz é uma grande fonte de ômega-3 e ômega-6, que ajudam a proteger o coração e a reduzir o risco de alguns tipos de câncer.
 
Oliva
Gordura saturada: 14%
Gordura monoinsaturada: 78%
Gordura poli-insaturada: 8% 


Ariela Issa
 
UTI das Ideias - Soluções Corporativas em Web e Design