Labirintite - A alimentação correta pode ajudar

Labirintite - A alimentação correta pode ajudar

Tontura, enjoo, perda do equilíbrio, grande mal-estar. Cuidado, isso pode ser labirintite. Segundo pesquisadores da Unifesp em pesquisa realizada em 2014, essas alterações vestibulares são muito comuns, e atingem cerca de 33% das pessoas em algum período da vida e podem ser desencadeadas pelo estresse e alimentação.
O termo labirintite é utilizado popularmente para descrever quadros de tontura e vertigem. Mas, na verdade, é uma doença pouco frequente, caracterizada por uma infecção ou inflamação no labirinto (estrutura do ouvido interno constituída pela cóclea, responsável pela audição, e pelo vestíbulo responsável pelo equilibrio).
No que tange a alimentação temos 3 principais inimigos do ouvido interno: açúcar, sal e cafeína. A ingestão de açúcar em excesso pode interferir nas estruturas do labirinto, fazendo com que ele mande mensagens erradas ao cérebro. O sal está relacionado ao aumento da pressão nos vasos, o que também pode perturbar o labirinto. E a cafeína pode estimular demais o labirinto, também causando perturbações.
Os alimentos que fazem mal na labirintite e devem ser evitados:
.Doces, balas, chocolates, bolos, biscoitos, sorvetes ou outros alimentos ricos em açúcar;
.Carboidratos não integrais;
.Bebidas açúcaradas, como refrigerantes e sucos, principalmente os industrializados;
.Bebidas estimulantes, como café, refrigerantes a base de cola e chá mate;
.Frituras, embutidos e outros alimentos ricos em gorduras;
.Bebidas alcoólicas.
É preciso prestar atenção não apenas no que se come, mas também em como se come. Comer sentado á mesa, sem pressa e tranquilamente, diminui o estresse, ajuda a digestão e faz bem para todo o corpo  - até mesmo para o equilibrio. Outra atitude que ajuda é comer a cada três horas, pois o labirinto precisa de um aporte constante de glicose e oxigênio para exercer suas funções. Ficar em jejum, portanto, não é uma boa idéiia.
Hidratar-se também é essencial. Beber aproximadamente dois litros de água por dia é fundamental para que todas as reações biológicas do corpo ocorram adequadamente.
Para combater o estresse, realizar com frequência atividades prazerosas como exercícios ou outas atividades de lazer.
Alimentação correta e exercícios podm prevenir o aparecimento das crises!

Ariela Issa 

UTI das Ideias - Soluções Corporativas em Web e Design