Fertilidade

Fertilidade

 O tão esperado sonho de construir uma familia muitas vezes é interrompido por motivos inesperados e funcionais. A infertilidade cada vez mais vem se tornando impecilho pra muitos casais que acabam optando por maneiras alternativas de concretizar esse sonho pela fertilização assistida.

Uma dieta pouco adequada com baixa ingestão de vitaminas e minerais antioxidantes está fortemente associada a resultados indesejados para a fertilidade. A alimentação pode ser sua grande aliada para melhorar na funcionalidade tanto do sistema reprodutor masculino como o do feminino.
 
Os principais componentes para aumentar as chances de sucesso estão listados abaixo , os nutrientes importantes para o sistema reprodutor masculino são:
 
• Selênio: Um mineral que desenvolve um papel importante na formação e mobilidade dos espermatozoides. Fontes de Selênio: Carne vermelha, amêndoas, pistache. Uma castanha do Pará já atende as necessidades diárias de Selênio! 
• Zinco: Ajuda no aumento do número de espermatozóides e acredita-se que sua deficiência leve à diminuição da testosterona. Fontes de Zinco: Carne bovina, frutas secas e gema de ovo. Exemplos: Peixes, frutos do mar, semente de abóbora.
• Magnésio: Ex:  Vegetais folhosos verdes escuros.
• Vitaminas do complexo B: São obtidas através dos pães, cereais integrais, carnes magras, ovos e leguminosas.
• Vitamina B12: Vitamina que ajuda no aumento da quantidade de espermatozóides gerados.  Fontes de vitamina B12: Carnes, ovos, feijão. 
• Vitamina antioxidantes como C e E: Também ajuda no aumento da produção de espermatozóides e componente da membrana para melhor locomoção. Fontes de vitamina C: Limão, laranja, abóbora, mexerica, kiwi, caju e morango. Fontes de Vitamina E: Cereais integrais e óleos vegetais. 
• Ômega 3: Consumir alimentos com quantidades consideraveis desse nutriente pode melhorar a qualidade dos espermatozóides produzidos. Ex: Peixes, semente de linhaça, chia.
• Gorduras do bem: Ajudam a combater as dores causadas pela endometriose pela redução da postaglandina .Ex: Amendoas, nozes e  peixes.
• Ácido Folico: Imprescindível na gestação, pois atua na formação do sistema nervoso do bebê e previne defeitos no tubo neural. Sua suplementação é necessária logo no começo da gestação.  Fontes de Ácido: Vegetais folhosos verdes escuros como brócolis, espinafre, gema de ovo, feijão. 
    
As mudanças na alimentação tendem a equilibrar o funcionamento de todo o organismo e prevenir a obesidade. A obesidade afeta a ovulação pela diminuição da sensibilidade à insulina e também promove alterações nos hormônios masculinos. 
Algumas outras orientações podem ser associadas à fertilidade, algumas delas são:
• Consumir alimentos orgânicos sempre que possível.
• Consumir alimentos integrais pela sua riqueza de nutrientes
• Sempre consumir alimentos frescos
• Evitar estar acima do peso
• Evitar alto consumo de cafeína, 
• Evitar tabagismo e consumo excessivo de bebidas alcoolicas por interferir na secreção de testosterona. 
• Evitar consumo excessivo de carnes vermelhas, gorduras saturadas, doces, carboidratos refinados e frituras. 
 
Vale a pena relembrar que não é apenas a redução do peso, mas sim a diminuição do peso de forma saudável! O ideal é que o casal procure a orientação nutricional de um profissional especialista por volta de 3 meses antes para melhores resultados!
 
Cristina Trovó 
Nutricionista
 
UTI das Ideias - Soluções Corporativas em Web e Design